DR RONALDO RETTORE JUNIOR
Emergências Odontológicas
O que são Emergências Odontológicas?Toda situação que exige tratamento imediato é chamada de EMERGÊNCIA. Quando esta situação ocorre com as estruturas da boca é chamada de Emergências Odontológicas. Em algumas condições específicas o paciente pode necessitar de um tratamento imediato para aliviar o desconforto e minimizar a lesão das estruturas da boca. Esses problemas incluem alguns tipos de dor de dente; fraturas de dentes, dentes frouxos ou arrancados com violência, fraturas mandibulares e certas complicações que ocorrem após um tratamento odontológico. Nenhum desses problemas é potencialmente letal.
 dor de dente  O que causa a dor de dente? Uma dor de dente pode ser resultado de uma cárie, de uma inflamação na polpa dentária (pulpite), de uma infecção na raiz do dente (abscesso) ou de uma inflamação gengival em torno da raiz de um dente (pericoronarite). Essas são as chamadas dores dentárias de origem dentária. Isto porque podem existir dores de dente que não têm como causa fatores relacionados com os dentes e sim inflamações musculares, sinusites, alterações de pressão arterial ou alterações da membrana do nervo (trigeminalgias).

Dessa forma, somente o dentista é capaz de determinar qual a causa da dor e indicar o melhor tratamento para o paciente, de forma imediata e segura.

Como é feito o tratamento de emergência? Ao primeiro sinal de dor, o paciente deve procurar imediatamente o atendimento odontológico. Esta recomendação é devido à rapidez de evolução do quadro álgico (dor). A tendência é de haver aumento rápido e de muita intensidade com o passar do tempo. Normalmente a dor aumenta à noite, quando o paciente diminui sua agitação diária e bloqueia a emissão de substâncias endógenas (internas) que combatem a dor (endorfinas). Quando a causa é de origem do nervo do dente, o tratamento de canal está indicado, para a remoção da polpa remanescente e consequente alívio da dor.

 
 emergencia
emergencias

 Eu devo usar algum método para aliviar a dor? Não aplique remédios no dente. Não faça bochechos com anestésico, com whisky, cachaça, vinagre ou qualquer outra substância. Além de não ter resultado, ainda podem provocar lesões na bochecha ou gengiva (úlceras, aftas e até necrose do tecido). Alguns tipos de chá podem causar certo alívio, mas se a dor for aguda só com a intervenção do dentista. Não faça automedicação. Não tome antibióticos por conta própria, normalmente só provocam efeito após 24 horas e podem agravar o problema.

O repouso terá um resultado favorável, na medida em que não há estímulo da região. Portanto, evite mastigação de alimentos duros, evite alimentos muito quentes ou muito frios (choque térmico) e evite ficar tocando o dente afetado. Procure o dentista IMEDIATAMENTE.

dente  nascendo  

O que fazer quando a dor é de um dente nascendo? Geralmente todo dente quando está no seu processo de nascimento, o rompimento da gengiva provoca uma discreta sensibilidade. Entretanto, esta situação pode ser agravada por um processo inflamatório (pericoronarite) que tem como principal causa a má higienização do local. Desta forma, a conduta emergencial que o próprio paciente pode realizar é o início imediato de uma higienização bastante orientada. Primeiramente, fazer a escovação de todos os dentes. Fazer bochechos com soluções anti-sépticas ou água morna e sal. E, finalmente, o paciente deve utilizar um cotonete umedecido em água oxigenada 10 volumes e passar sobre a gengiva que cobre o dente que está nascendo. O profissional deve ser procurado o mais breve possível, porém, estes métodos de higienização deverão ser mantidos até que seja feito um tratamento clínico do caso.

 

Dor aguda na mastigação é sintoma de fratura?  Provavelmente sim. A fratura do dente (coroa e/ou raiz) pode provocar dor aguda e de curta duração durante a mastigação. De acordo com a localização da fratura e da extensão da mesma, poderá haver a possibilidade de recuperação do dente, através de uma nova restauração. Caso contrário, o profissional deverá conduzir a eliminação da porção fraturada do dente e programar a reabilitação dentária.

 Como posso saber se fraturei um dente? Os dentes anteriores apresentam uma predisposição aofratura dente traumatismo e à fratura. Após um trauma dentário, o dente pode não apresentar-se sensível caso a superfície externa e dura (esmalte) tenha sido lesada. Quase sempre as fraturas da camada intermediária do dente (dentina) são dolorosas quando expostas ao ar e aos alimentos Se a fratura afetar a parte mais interna do dente (polpa), uma mancha vermelha (sangue) irá aparecer no local da fratura e, por essa razão, os indivíduos com esse tipo de fratura devem buscar rapidamente um atendimento odontológico.

 fratura dente

O que é Avulsão dentária? Quando o dente desloca-se totalmente do seu local de origem (alvéolo), deixando a cavidade bucal, é descrito como Avulsão dentária. Esta situação está ligada a traumatismos dentários.

O dente afetado pode ser o dente permanente ou o dente decíduo (dente de leite). Em ambas as situações, é necessário o atendimento imediato (emergencial).
avulsao  

O que fazer diante da Avulsão dentária? Quando ocorre a avulsão é necessário recolocar o dente o mais rápido possível no seu local de origem. Caso o próprio paciente (ou familiar) consiga reposicionar o dente no local, ele poderá fazê-lo sem se preocupar com a posição correta. Em seguida, procurar o dentista imediatamente. Caso não se consiga recolocá-lo na boca, a opção á armazená-lo em solução adequada. O dente deve ser colocado em um copo contendo leite (o leite é um bom meio para manter o dente vivo), ou água filtrada, soro fisiológico, saliva ou até mesmo sangue. Evite deixar o dente fora da boca sem hidratá-lo (ficar em um líquido).

 

É possível reimplantar o próprio dente? O paciente e o dente devem ser levados imediatamente ao dentista mais próximo. Se o dente for reimplantado em até 30 minutos , a probabilidade do reimplante obter bons resultados a longo prazo é boa. Quanto mais tempo o dente ficar fora do local (alvéolo), menores são as chances de sucesso a longo prazo. Geralmente, o dentista irá fixar o dente avulsionado aos dentes vizinhos durante sete a dez dias. A maioria dos dentes reimplantados tem necessidade de tratamento de canal.

implante

 
 dente de leite  

Traumatismos em Dentes de leite: qual o tratamento?Os dentes decíduos (de leite) anteriores quando são traumatizados, geralmente não constituem um problema. Se o trauma for grave, os dentes podem ser extraídos sem prejuízo para a dentição permanente e sem que haja perda de espaço para os dentes que ainda estão por nascer. Quando os dentes decíduos (de leite) posteriores sofrem traumatismos, o dentista coloca um aparelho de manutenção do espaço, de modo que os dentes permanentes tenham espaço para nascer futuramente.

remedios

O que fazer no caso de hemorragia depois de uma cirurgia bucal? Quando o cirurgião realiza um exame pré-operatório adequado em um paciente saudável, a causa da hemorragia bucal é local. Em outras situações, pode ser que haja uma alteração da coagulação, sendo a causa sistêmica (orgânica geral). Nos casos de hemorragia de causa local, a conduta imediata deve ser feita pelo próprio paciente, solicitando que ele morda uma compressa de gaze durante alguns minutos. A hemorragia bucal pode confundir, pois uma pequena quantidade de sangue pode misturar-se com a saliva, fazendo a condição parecer pior do que realmente deva ser. O cirurgião deve ser contactado imediatamente para avaliar a situação e definir a conduta adequada.

Os indivíduos que fazem uso regular de um anticoagulante ou de aspirina (mesmo quando tomam aspirina apenas em intervalos de poucos dias) devem mencionar esse fato ao dentista na semana que antecede a cirurgia, pois esses medicamentos aumentam a tendência ao sangramento. O dentista ou o médico responsável pelo paciente pode ajustar a dose do medicamento ou interromper temporariamente o seu uso.


voltar ao topo
Cirurgia Rettore - Todos os direitos reservados
Av Brasil, 1438, Sala 703 - Funcionários - Belo Horizonte - Minas Gerais - CEP: 30140-003
(31) 3274-8687